2 resultados para PSORIASIS

em B-Digital - Universidade Fernando Pessoa - Portugal


Relevância:

10.00% 10.00%

Publicador:

Resumo:

Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas

Relevância:

10.00% 10.00%

Publicador:

Resumo:

A psoríase é das doenças cutâneas inflamatórias mais comuns. Esta patologia, apesar de não ser fatal, está associada a diversas comorbilidades, como as doenças cardiovasculares, e apresenta um impacto considerável na qualidade de vida e na autoimagem dos doentes. Vários são os fármacos disponíveis como opção terapêutica para o tratamento da psoríase, mas o seu uso prolongado demonstra benefícios limitados, podendo conduzir a fenómenos de toxicidade severa. Os ómega-3 são compostos bioativos naturais com ação anti-inflamatória comprovada, pelo que a utilização destes ácidos gordos polinsaturados no tratamento da patologia pode ser benéfica. O desenvolvimento de nanopartículas lipídicas para aplicação dermatológica tem vindo a ganhar um relevo cada vez maior junto da comunidade científica. Este tipo de vetores, compostos por uma matriz lipídica sólida, permitem modular a libertação das substâncias ativas encapsuladas, protegendo-as eficazmente da degradação e prolongando o efeito e a eficácia terapêuticos. Deve salientar-se ainda a referida inocuidade destes sistemas, uma vez que são constituídos por lípidos semelhantes aos fisiológicos, diminuindo a possibilidade de irritação da pele e minimizando o risco toxicológico, ao mesmo tempo que promovem a hidratação cutânea. A presente dissertação apresenta inicialmente uma revisão bibliográfica dos vetores lipídicos usados para veicular ácidos gordos naturais e respetivo estado da arte, com especial destaque para as nanopartículas lipídicas. Adicionalmente, o trabalho apresenta os benefícios dos ómega-3 em várias patologias e os mecanismos imunológicos subjacentes à psoríase. A pesquisa bibliográfica foi efectuada em várias bases de dados, como PubMed, ScienceDirect, Wiley Online Library ou Google Scholar, utilizando-se como critério de seleção trabalhos publicados na área. Na segunda parte, é abordado o trabalho de desenvolvimento e caracterização de nanopartículas lipídicas contendo ómega-3 e a sua incorporação em bases semissólidas. Pela técnica da sonicação, obtiveram-se partículas com tamanhos nanométricos (entre 163,0 e 176,3 nm), com um bom índice de polidispersão (entre 0,246 e 0,262) e um elevado potencial zeta (entre 30,0 e 43,1 mV), prevendo-se uma boa estabilidade das nanopartículas lipídicas ao longo do tempo de armazenamento. Foram ainda utilizadas três bases semissólidas (pomada hidrófila de polietilenoglicóis, PEGs; gel de metilcelulose e creme óleo em água, O/A) para a incorporação dos vetores lipídicos nanoestruturados (Nanostructured Lipid Carriers, NLC). A análise das características reológicas, bem como o estudo de estabilidade acelerada, foram limitados por problemas inerentes às formulações desenvolvidas. No entanto, dos resultados obtidos, a pomada de PEGs parece ser a alternativa mais promissora para incorporar as dispersões de NLC, apresentando esta um comportamento pseudoplástico e com tixotropia. Do anexo consta o Abstract da comunicação submetida e aceite para apresentação no 4th Congress on Innovation in Drug Delivery, que contém parte dos resultados obtidos neste trabalho.